option title
Faqs
A Portugal Crowd é uma plataforma online destinada a gerir a relação entre os seus utilizadores que pretendem investir em imobiliário (através de contratos de mútuos com garantia real) e os utilizadores particulares/empresas que sejam proprietários imobiliários e que pretendam financiar os seus projetos imobiliários.
Até agora, o mercado imobiliário estava reservado a grandes investidores. Com a Plataforma Portugal Crowd, qualquer pessoa pode investir em empréstimos com garantia real, recebendo todos os benefícios do seu investimento ter como garantia um imóvel.

A plataforma Portugal Crowd procura identificar oportunidades que potencialmente apresentam rentabilidades entre 6% e 9%, por via da celebração de contratos de mútuo.

Os contratos de mútuo são garantidos por uma hipoteca sobre o imóvel.

A plataforma Portugal Crowd assegura a realização de todos os procedimentos legais e administrativos.
Utilize o botão "Registar" e preencha os seus dados pessoais.
O Investidor pode conceder empréstimos entre um valor mínimo de 50,00 € e um máximo de 2.499,00 € por contrato de mútuo. Porém o Investidor pode realizar múltiplos investimentos até 2.499,00 € na mesma oportunidade, realizando assim múltiplos contratos de mútuo.
A plataforma Portugal Crowd permite que o investidor possa diversificar a sua carteira de ativos, realizando vários empréstimos diretamente nas oportunidades de financiamento imobiliário.
O utilizador terá de cumprir os seguintes critérios mínimos de participação:
a. Ser pessoa singular, e ter pelo menos 18 anos;
b. NIF Português;
c. Ser titular de uma conta numa instituição bancária da União Europeia;
d. Aceitar as Condições Gerais e Política de Privacidade da Plataforma PORTUGAL CROWD;
e. Aceitar o contrato de mútuo;
f. Realizar o registo em www.portugalcrowd.pt e fornecer toda a informação necessária ao processamento do mesmo.
Pessoas ou empresas que queiram obter um empréstimo através da Portugal Crowd têm de cumprir determinados critérios mínimos de participação:

Se for uma empresa (pessoa coletiva):
a. Ser uma sociedade comercial devidamente constituída em Portugal;
b. Não constar na central de responsabilidades de crédito (CRC) em situação de incumprimento;
c. Ter situação contributiva regularizada (Segurança Social e Administração Tributária);
d. Aceitar as Condições Gerais e Política de Privacidade da Plataforma PORTUGAL CROWD;
e. Fornecer à PORTUGAL CROWD, no ato do registo, todas as informações consideradas necessárias;
f. Possuir junto da LUSOPAY, instituição de pagamentos autorizada e supervisionada pelo Banco de Portugal, uma Conta de Pagamentos para o efeito (conta que é criada em simultâneo com o registo na Plataforma Portugal Crowd);
g. Ser proprietária de um imóvel ou não o sendo, estar a solicitar um financiamento para a aquisição de um imóvel;
h. Entregar documentos de avaliação do imóvel, emitidos por entidades credenciadas.

Se for uma pessoa singular:
a. Ser pessoa singular, e ter pelo menos 18 anos;
b. NIF Português;
c. Ser titular de uma conta bancária em Portugal;
d. Aceitar as Condições Gerais e Política de Privacidade da Plataforma PORTUGAL CROWD;
e. Realizar o registo em www.portugalcrowd.pt e fornecer toda a informação necessária ao processamento do mesmo;
f. Possuir junto da LUSOPAY, instituição de pagamentos autorizada e supervisionada pelo Banco de Portugal, uma Conta de Pagamentos para o efeito (conta que é criada em simultâneo com o registo na Plataforma Portugal Crowd);
g. Entregar documentos de avaliação do imóvel, emitidos por entidades credenciadas.
• Um breve resumo da oportunidade do empréstimo (breve descrição do imóvel);
• Foto Galeria;
• Informação financeira. A descrição dos dados financeiros do empréstimo e do imóvel;
• Disponibilizamos ferramentas para que o investidor possa analisar e simular o seu investimento.
A taxa de juro é definida em função da avaliação geral da oportunidade: características do imóvel (localização, estado de conservação, avaliação); perfil do proprietário; valor do empréstimo; prazo de amortização.

As taxas anuais brutas são compreendidas entre 6% e 9%.
As oportunidades publicadas na plataforma Portugal Crowd amortizam juros mensalmente à taxa fixa definida. O capital investido é amortizado consoante o tipo de oportunidade, podendo ser:

a. Capital totalmente realizado na última prestação do plano de amortizações;
ou
b. Capital amortizado mensalmente de acordo com um plano de amortizações;

Todos os pagamentos mensais são realizados directamente para a conta bancária do investidor.
As garantias são definidas em cada oportunidade, não obstante o imóvel em questão ser sempre a garantia real do empréstimo (em circunstâncias especiais podem ser acrescentadas garantias).

Os contratos de mútuo estão garantidos por uma hipoteca sobre o imóvel, como forma de reforçar o compromisso de reembolso de um determinado empréstimo. Esta garantia é acionável por mecanismos judiciais em caso de incumprimento contratual por parte do proprietário.

A empresa UPCROWDING PORTUGAL, S.A. detentora da plataforma PORTUGAL CROWD, em caso de incumprimento irá procurar recuperar o máximo de montante em dívida possível, porém caso o cenário de incumprimento não seja resolvido, solicitará a execução da hipoteca a favor dos utilizadores investidores.
Na ótica do Investidor: não existe qualquer custo imputado pela Portugal Crowd.
Na ótica do Beneficiário do Empréstimo (Proprietário do imóvel): a Portugal Crowd apenas cobra uma comissão aos proprietários que conseguem obter um financiamento.
a. Taxa de Sucesso de 6% do valor financiado;
b. Taxa de Gestão correspondente de 5% sobre o valor da mensalidade do beneficiário.
A Portugal Crowd avalia e seleciona todas as empresas que pretendam participar na plataforma com o objetivo de minimizar o risco do investidor.
Para se registar enquanto Promotor na Plataforma PORTUGAL CROWD, o Utilizador terá de cumprir os seguintes critérios mínimos:

Se for uma empresa (pessoa coletiva):
a. Ser uma sociedade comercial devidamente constituída em Portugal;
b. Não constar na central de responsabilidades de crédito (CRC) em situação de incumprimento;
c. Ter situação contributiva regularizada (Segurança Social e Administração Tributária);
d. Aceitar as Condições Gerais e Política de Privacidade da Plataforma PORTUGAL CROWD;
e. Fornecer à PORTUGAL CROWD, no ato do registo, todas as informações consideradas necessárias.
f. Possuir junto da LUSOPAY, instituição de pagamentos autorizada e supervisionada pelo Banco de Portugal, uma Conta de Pagamentos para o efeito (conta que é criada em simultâneo com o registo na Plataforma Portugal Crowd);
g. Ser proprietária de um imóvel ou não o sendo, estar a solicitar um financiamento para a aquisição de um imóvel;

Se for uma pessoa singular:
a. Ser pessoa singular, e ter pelo menos 18 anos;
b. NIF Português;
c. Ser titular de uma conta bancária em Portugal;
d. Aceitar as Condições Gerais e Política de Privacidade da Plataforma PORTUGAL CROWD;
e. Realizar o registo em www.portugalcrowd.pt e fornecer toda a informação necessária ao processamento do mesmo;
f. Entregar documentos de avaliação do imóvel, emitidos por entidades credenciadas.
Se um proprietário não pagar uma prestação no dia de vencimento, a mesma será sinalizada como estando em atraso.
Os proprietários com atrasos no pagamento de prestações serão acompanhados de perto e, se necessário/justificável, por empresas de recuperação especializadas que, em conjunto com a Portugal Crowd, procurarão recuperar o máximo de valor dos montantes em dívida pelas vias da restruturação e/ou procedimentos judiciais e/ou extrajudiciais.

A plataforma Portugal Crowd espera reduzir ao máximo o número de proprietários que entram em incumprimento na plataforma. Mas, se tal vier a acontecer, a Portugal Crowd irá gerir todo o processo de recuperação em nome dos investidores procurando recuperar o valor máximo dos montantes em dívida. Tratamos também de manter os investidores informados ao longo de todo o processo.

Os Proprietários que entrem em incumprimento estarão ainda sujeitos a juros de mora e poderão perder o acesso à plataforma Portugal Crowd para financiamentos futuros.

Os empréstimos têm como garantia uma hipoteca sobre o imóvel. Esta garantia é acionável através de mecanismos judiciais em caso de incumprimento contratual por parte do proprietário.
Os juros recebidos através de mutuário considerado pessoa coletiva, estão sujeitos a retenção liberatória à taxa de 28%. Neste tipo de operação a legislação atribui a responsabilidades de pagamento do imposto ao mutuário, dessa forma todos os meses são retidos na fonte os impostos devidos pelo investidor, o que significa que o investidor recebe mensalmente juros líquidos de impostos.
Aos residentes da Região Autónoma dos Açores é aplicável o regime especial.
O regime da retenção liberatória dispensa o investidor de qualquer obrigação declarativa no final do ano.
Sim, é possível. Se o investidor optar por englobar estes rendimentos terá de solicitar esse pedido à Portugal Crowd nos prazos legalmente estabelecidos para que lhe possamos entregar toda a documentação necessária. Deverá enviar um email para apoio@portugalcrowd.pt.
Aceda à sua área pessoal, vá à página das oportunidades, selecione a oportunidade que deseja, carregue no botão "Investir Agora" e confirme o montante. Será de imediato gerada uma referência de multibanco. O montante só será considerado válido para investimento após a confirmação do pagamento.
Depois da confirmação de pagamento da referência de multibanco o montante ficará em saldo cativo e só se torna investimento após a conclusão do projeto de angariação dos fundos e respectivos trâmites processuais.
A rentabilidade dos investimentos é creditada mensalmente na conta bancária do investidor.

Dessa forma os fundos ficam em seu nome protegidos.
É uma instituição de pagamento registada e autorizada pelo Banco de Portugal (n.º 8700) especializada na prestação de serviços de pagamento. Para mais informações visite o site www.lusopay.com.
Os fundos detidos na conta aberta junto do LUSOPAY não se encontram abrangidos pelo Fundo de Garantia de Depósitos.
Deverá enviar a reclamação por email para apoio@portugalcrowd.pt. Para a Portugal Crowd a sua opinião é muito importante.
Para alterar a sua palavra-chave, deve ir a Dados Pessoais clicar em Palavra-Chave e realizar a alteração.

Para recuperar a palavra-chave, basta clicar em Esqueci-me da Password, preencher o seu e-mail e será enviado um email para ativar uma nova palavra-chave.
Uma vez que o pagamento seja realizado não pode cancelar o investimento.

Os únicos cenários em que o investimento deixa de estar ativo são:

a) O prazo disponível para o financiamento atingir os 100% chegar ao fim, sem que o objetivo seja alcançado e o empréstimo concedido;
b) O proprietário que realizou o pedido cancelou o mesmo;
c) Os trâmites processuais não foram realizados com sucesso;
d) A plataforma Portugal Crowd optou por remover e cancelar o pedido de empréstimo.